segunda-feira, 8 de julho de 2013

Le Prince de la Brume - Carlos Ruiz Zafón

"Loin des rires d'Alicia et de Roland, une profonde inquiétude l'envahit tout entier. Pour la première fois de sa vie, il sentait que le temps coulait plus vite qu'il ne pourrait plus se réfugier dans les rêves des années précédentes. La roue de la fortune avait commencé à tourner et, cette fois, ce n'était pas lui qui avait jeté les dés." 
'Le Prince de la Brume', Carlos Ruiz Zafón

É, agora até em francês leio livros. Foi o primeiro, uma pequena grande experiência que pode ser para repetir, com o mesmo autor espanhol que me conquistou com as primeiras linhas de 'A Sombra do Vento'. 'Le Prince de la Brume' é também uma história de mistério, aventura, romance, thriller e muita emoção que nos envolve de tal forma na teia de passado e presente que queremos sempre saber o que vem a seguir.

Max e Alicia são dois irmãos cuja família se muda para uma casa de praia em 1943, com a ameaça da guerra. A casa parece ter algo de assombrado e as tragédias começam a ocorrer, após a descoberta de um jardim escondido, com estátuas de pedra que nem sempre estão na mesma posição. Entretanto surge Roland, um jovem que vive com o avô 'emprestado' no farol da terra e lhes abre as portas para esta aventura.